Comparativo do custo de vida dos Países da Europa

Abaixo encontram as tabelas de custo de vida em vários países, nem sempre dará a situação real, pois existem vários ...
Leia Mais

Trabalhar em Portugal/Europa

Com o nível de desemprego altíssimo, muitas pessoas, no desespero de não ter como sobreviver com um mínimo de dignidade ...
Leia Mais

COMO FORTALECER SEU CV – EUROPA

De tudo quanto lemos na internet acerca dos recrutadores europeus e americanos, a certeza que temos é a de que ...
Leia Mais

Planejamento, estratégia e preparação para uma nova vida.

Faça a sua lição de casa, estruture-se quanto mais você estiver preparado melhor será. Leve valores suficientes, para ter no ...
Leia Mais

Trabalhar em outro País – Sonho ou Pesadelo

Com o nível de desemprego altíssimo, muitas pessoas, no desespero de não ter como sobreviver com um mínimo de dignidade ...
Leia Mais

URUGUAI uma opção de uma nova vida

Todos que pensam em mudar de vida, raríssimas vezes pensam num país da América do Sul. Não sei se por ...
Leia Mais

Quem Somos

Iniciamos nossos serviços em 2004, somente realizando processos de cidadania.
À medida que as exigências legais mudavam, fomos adequando a essa nova realidade.

Assim, hoje temos uma equipe para atender todas as exigências consulares e, contamos com advogados especializados para acompanhamento dos processos, se necessário.

Além disso, os processos de cidadania podem ser feitos diretamente tanto na Itália como em Portugal.

Tornar-se um cidadão europeu lhe trará inúmeros benefícios como: poderá estudar em instituições públicas, fazer mestrado, pós-graduação, licenciatura, residir, concorrer a vagas de emprego, usar o sistema de saúde e comprar ou alugar um imóvel com mais facilidade.

Circular livremente sem visto para todos os 25 países, que fazem parte do Tratado Schengen e também Estados Unidos e Canadá.

Para acompanhar as novas demandas, criamos uma consultoria de “passo a passo”, no sentido de ajudar as pessoas interessadas em fazer elas mesmas o seu processo de cidadania. Esta orientação pode ser dada por e-mail ou Skype, com baixo custo, para que o interessado realize seu próprio processo.

Contate-nos

About Us

We started our services in 2004, only conducting citizenship processes.

As legal requirements change, we were adapting to this new reality.

So, today we have a staff to meet all requirements and consular, we have specialist lawyers to monitor the processes, if necessary.

In addition, the processes of citizenship can be made directly both in Italy as in Portugal.

Become a European citizen will bring you many benefits such as: you can study in public institutions, masters, postgraduate, degree do resident, apply for jobs, use the health care system and buy or rent a property with more ease.

Move freely without a visa for all 25 countries, which are part of the Schengen Treaty and also United States and Canada.

To accompany the new demands, we create a "step by step", in order to help people interested in making themselves the your citizenship process. This guidance may be given by email or Skype, with low cost, for the person concerned to perform your

Contact us

Serviços

BUSCAS DOCUMENTOS NA EUROPA E BRASIL

DOCUMENTS SEARCHES BRAZIL AND EUROPE

Austria, Croácia, Eslovenia, Sérvia, Hungria, Romenia, Eslováquia, República Tcheca, Portugal e Itália.

Austria, Croatia, Slovenia, Serbia, Hungary, Romania, Slovakia, Czech Republic, Portugal and Italy.

bandeiras

Para os residentes no estrangeiro, fazemos buscas de certidões e documentação escolar. Caso a solicitação da cidadania seja feita diretamente no país em que reside, podemos montar e enviar o processo completo. Disponibilizamos não só a busca, como também, todos os serviços inerentes ao processo, cartorário, tradução, apostilamentos, e retificações judiciais ou administrativos.

Contate-nos

For residents abroad, do searches for birth certificates and school documentation. If the citizenship request is made directly to the country in which he resides, can assemble and send the complete process. We not only search, but also all services inherent in the process, registry offices, translation, Haya "Apostille, judicial or administrative procedures".

Contact us

BUSCAS DE DOCUMENTOS BRASILEIROS

Busca de documentos brasileiros

Para os residentes no estrangeiro, fazemos buscas de certidões e documentação escolar. Caso a solicitação da cidadania seja feita diretamente no país em que reside, podemos montar e enviar o processo completo. Disponibilizamos não só a busca, como também, todos os serviços inerentes ao processo, cartorário, tradução, apostilamentos, e retificações judiciais.

Maiores informações

Traduções

Traduções

Translations

Montagem de Processos

Montagem de Processos

Process Assembly

Análise de Documentos

Análise de Documentos

Analysis of documents

Retificações Judiciais

Retificações Judiciais
e Administrativas

Judicial and administrative
rectify

Vistos

Vistos

Visas

Documentação para brasileiros residentes em outros países

Podemos celebrar nova Lei para os Netos.
Para os descendentes que moram fora do país nem sempre é fácil conseguir a documentação no Brasil. Disponibilizamos não só a busca, como também, todos os serviços inerentes ao processo, cartorário se necessário Judicial.

Cidadania Italiana

Itália

  • A transmissão de direitos de cidadania italiana se faz pela descendência e não pelo fato da de possuir sobrenome italiano.
  • A cidadania Italiana praticamente contempla todos os descendentes, quer por via administrativa, quer por via judicial.
  • Verificar se o ascendente italiano se naturalizou brasileiro, o fato não prejudicará o direito ao reconhecimento da cidadania italiana aos próprios descendentes, desde que seus filhos tenham nascido antes do decreto de naturalização.

Linha Sucessória:

Vovô Cidadão Italiano - transmite a cidadania para: Filhos, netos, bisnetos, trinetos, não há limite de geração.
Vovó Cidadã Italiana nascida após 1948: Transmite a cidadania para: Filhos, netos, bisnetos, trinetos, não há limite de geração.
Vovô Cidadão Italiano - Filha nascida antes de 1948: Esta filha herda a cidadania, mas só transmite pela via administrativa para os Filhos, netos, bisnetos, trinetos, nascidos após 1948, sem limite de geração. Os filhos desta mesma mulher que nasceram antes de 1948 terão que requer a cidadania por via judicial, mas também tem direito.
A cidadania por via materna, grande possibilidade de ser reconhecida através de processo judicial junto a justiça italiana. Deve ser contratado um advogado na Itália, não é necessário estar lá, o advogado resolve tudo por meio de procuração.

Casamento

  • Esposa de um cidadão italiano, casados até 27/04/1983, tem direito automático (Dupla Cidadania).
  • Esposa de cidadão italiano casados após 27/04/1983 e Esposos de mulheres italianas tem direito a naturalização.

Exigências legais:

  • Processo pelo Brasil - depois de 3 anos de casamento, ou 1 ano e 6 meses no caso do casal de terem filhos.
  • Processo pela Itália - depois 2 anos de casamento, ou 1 ano se tiver filho. Neste caso precisam ser residentes na Itália.

Informações Gerais:

  • Para os novos requerimentos de reconhecimento da cidadania italiana, os requerentes deverão apresentar toda a documentação necessária, incluindo a certidão de nascimento em original do ascendente emitida na Itália: não será possível utilizar a documentação presente nos arquivos dos eventuais parentes que já obtiveram o reconhecimento da cidadania.
  • Todas as certidões de registro civil (nascimento, casamento, óbito), em segunda via original e em inteiro teor, desde o italiano que transmite a cidadania até o último dos requerentes. Não é mais necessária a tradução para o italiano.
  • Certidão Negativa de Naturalização (emitida pelo Ministério da Justiça brasileiro). Esta certidão deverá reportar todas as eventuais variações de grafia de nome e sobrenome do ascendente italiano que constem nas certidões de registro civis brasileiras ou que eventualmente já tenham sido objeto de retificação judicial. No caso de ascendente vivo, a Certidão Negativa de Naturalização poderá ser substituída pela Carteira de Identidade para Estrangeiros (RNE).
  • Caso o ascendente italiano tenha se naturalizado brasileiro, o fato não prejudicará o direito ao reconhecimento da cidadania italiana aos próprios descendentes, desde que seus filhos tenham nascido antes do decreto de naturalização. Neste caso, apresentar segunda via original do Certificado de Naturalização, não é mais necessária a tradução para o italiano.
  • Caso o ascendente italiano tenha residido em outros países além de Brasil e Itália (ex.: antes de imigrar para o Brasil, residiu temporariamente na Argentina), será necessário providenciar também uma Certidão Negativa/Positiva de Naturalização junto às autoridades de cada país em que ele tenha eventualmente residido. Deve ser traduzida.
  • Se o casamento tiver ocorrido na Itália, apresentar o Estratto dell'atto di matrimônio expedido pelo Comune em original.
  • Caso o ascendente italiano tenha se casado duas vezes, é preciso apresentar o primeiro casamento, o óbito da primeira esposa (ou eventual divórcio) e então o segundo casamento.
  • Se o casamento ou o óbito ocorreu em outro país que não Brasil e nem Itália (ex.: nascido na Itália, casado na Argentina, falecido no Brasil), será necessário providenciar a respectiva certidão junto às autoridades do país em que ela foi originalmente registrada.
  • Como toda documentação consular, você terá que ter as certidões desde o transmissor italiano, até você.

Essa é a diferença que muitos não entendem: filhos de estrangeiro, nascidos na Itália, não tem direito a cidadania Italiana. Na Italia, o direito a nacionalidade e “jus sanguinis”, assim o fato de nascer em território italiano não lhe dará direito a ser italiano, mas podem requerê-la quando completarem 18 anos.

Maiores informações:

Cidadania Portuguesa

Portugal

Nacionalidades que podem ser adquiridas em Portugal

Atribuição de Nacionalidade (atribuição)

  • Aos filhos e netos de portugueses, pode ser atribuída a nacionalidade portuguesa (que é diferente da aquisição).
  • Depois de obterem a nacionalidade e terem atualizado o estado civil, poderão passar esse direito para seus filhos.

Aquisição de Nacionalidade (aquisição)

  • A nacionalidade pode ser adquirida por duas vias:Nacionalidade derivada: a aquisição da nacionalidade derivada produz efeitos apenas a partir da data em que seja lavrado o registro de aquisição da nacionalidade na Conservatória dos Registros Centrais. Depois de obterem a nacionalidade, poderão transmitir para os filhos nascidos a partir da data desse registro. (casamento após 03/10/1981, união estável).Nacionalidade readquirida: a reaquisição da nacionalidade é possível para aqueles que, em data anterior à da entrada em vigor da Lei da Nacionalidade, perderam a nacionalidade portuguesa por efeito do casamento com estrangeiro ou da aquisição voluntária de nacionalidade estrangeira.

Todos descendentes tem direito ao reconhecimento cidadania, filhos, netos, bisnetos, as dificuldades estão nas exigências legais, para cada tipo de processo.

1- Filhos maior de idade

Atribuição de Nacionalidade Portuguesa para Maiores

Tem direito a requerer a nacionalidade portuguesa quem é estrangeiro (nascido fora de Portugal) e é filho de cidadão português (pai, mãe ou ambos nascido em Portugal ou que tenha adquirido a nacionalidade).

2- Casamento - (válidos apenas para esposas) - Realizados antes de 03/10/1981

Aquisição de nacionalidade através do Casamento – antes de 03/10/1981

Requerimento de nacionalidade portuguesa pelo casamento – Base X – exclusivo para mulheres
Antes de 03/10/1981 - Esposa de um cidadão português (nascido em Portugal ou com nacionalidade adquirida exclusivamente por atribuição). Neste tipo de pedido, a mulher passa a ser portuguesa desde a data do casamento.

3- Casamento - (válidos apenas para esposas) - Realizados depois de 03/10/1981

Aquisição de nacionalidade através do Casamento após 03 de Outubro de 1981

Esse processo não é tratado pelo Consulado, e sim pela Conservatória dos Registos Centrais.

O casamento já tenha completado 3 (três) anos, possua efetiva ligação à comunidade portuguesa e sejam satisfeitas as exigências da Lei de Nacionalidade para o caso.

A verificação da existência de laços de efetiva ligação à comunidade nacional implica o reconhecimento, pelo Governo, da relevância de tais laços, nomeadamente pelo conhecimento suficiente da língua portuguesa e pela existência de contatos regulares com o território português, e depende de não condenação, com trânsito em julgado da sentença, pela prática de crime punível com pena de prisão de máximo igual ou superior a 3 anos, segundo a lei portuguesa.

Documentos que possam contribuir para comprovar a efetiva ligação à comunidade nacional, designadamente:

  • A residência legal em território nacional;
  • A deslocação regular a Portugal;
  • A propriedade em seu nome há mais de três anos ou contratos de arrendamento celebrado há mais de três anos, relativos a imóveis sitos em Portugal;
  • A residência ou ligação a uma comunidade histórica portuguesa no estrangeiro;
  • A participação regular ao longo dos últimos cinco anos à data do pedido na vida cultural da comunidade portuguesa do país onde resida, nomeadamente nas atividades das associações culturais e recreativas portuguesas dessas comunidades.
4- União Estável (União de Fato)

Sim, desde que essa união tenha mais de 3 (três) anos e sejam satisfeitas as exigências da Lei de Nacionalidade. Para dar entrada neste processo é necessário que a União Estável seja reconhecida por sentença judicial brasileira e, sequencialmente, seja revista e confirmada pelo competente tribunal português. Para efetuar tal revisão/confirmação, o requerente deverá contratar advogado diretamente em Portugal (ou com representação em Portugal).

É o advogado quem passará a lista de documentos que deverá juntar. Caso seja necessária uma procuração para o advogado pode ser feita em cartório e ou feita no Consulado.

Só após a homologação, poderá dar entrada na solicitação de nacionalidade junto ao Consulado.

Advertências:
A declaração para atribuição da nacionalidade pode, em certas situações, ser indeferida liminarmente. Nesse caso, o interessado será notificado dos fundamentos do indeferimento, para se pronunciar no prazo de 20 dias.
Se mesmo após a apresentação de novos argumentos o pedido continuar a ser indeferido liminarmente, por se manterem os fundamentos que conduzem ao seu indeferimento, a declaração não produz efeitos, não havendo lugar ao reembolso de qualquer quantia. Em cada caso, aqueles serviços prestarão esclarecimentos sobre a documentação adicional.

5- Netos

Atribuição de Nacionalidade para netos de portugueses
(Pai falecido)

Esse processo é tratado através consulado, mas sim através pela Conservatória dos Registros Centrais.
Os indivíduos nascidos no estrangeiro com, pelo menos, um ascendente de nacionalidade portuguesa do 2.º grau na linha reta que não tenha perdido essa nacionalidade, podem solicitar a sua nacionalidade portuguesa desde que satisfaçam cumulativamente os seguintes requisitos:

a) Declararem que querem ser portugueses;
b) Possuírem efetiva ligação à comunidade nacional;
c) Inscreverem o seu nascimento no registro civil português, após o reconhecimento da ligação à comunidade nacional.

A verificação da existência de laços de efetiva ligação à comunidade nacional implica o reconhecimento, pelo Governo, da relevância de tais laços, nomeadamente pelo conhecimento suficiente da língua portuguesa e pela existência de contactos regulares com o território português, e depende de não condenação, com trânsito em julgado da sentença, pela prática de crime punível com pena de prisão de máximo igual ou superior a 3 anos, segundo a lei portuguesa.

No caso de o interessado ser menor de idade, é obrigatório que as assinaturas dos pais (ou dos representantes legais) do menor no requerimento sejam reconhecidas em Cartório e devidamente.

Documentos que possam contribuir para comprovar a efetiva ligação à comunidade nacional, designadamente:

  • A residência legal em território nacional;
  • A deslocação regular a Portugal;
  • A propriedade em seu nome há mais de três anos ou contratos de arrendamento celebrado há mais de três anos, relativos a imóveis sitos em Portugal;
  • A residência ou ligação a uma comunidade histórica portuguesa no estrangeiro;
  • A participação regular ao longo dos últimos cinco anos à data do pedido na vida cultural da comunidade portuguesa do país onde resida, nomeadamente nas atividades das associações culturais e recreativas portuguesas dessas comunidades.

Advertências:

A declaração para atribuição da nacionalidade pode, em certas situações, ser indeferida liminarmente. Nesse caso, o interessado será notificado dos fundamentos do indeferimento, para se pronunciar no prazo de 20 dias.
Se mesmo após a apresentação de novos argumentos o pedido continuar a ser indeferido liminarmente, por se manterem os fundamentos que conduzem ao seu indeferimento, a declaração não produz efeitos, não havendo lugar ao reembolso de qualquer quantia.
Em cada caso, aqueles serviços prestarão esclarecimentos sobre a documentação adicional, eventualmente necessária.

6- Filhos menores de idade

Atribuição de Nacionalidade Portuguesa para Menores de 18 anos

Se você é cidadão português - por nascimento ou por atribuição - tem o direito de requerer a atribuição da nacionalidade portuguesa aos seus filhos menores de 18 anos.

7- Bisnetos

Como a legislação não aceita ruptura na linhagem, bisnetos possuem poucas chances de conseguir.

Vovô e Vovó Bisavô/ó português Vovô e Vovóavô/ó vivo paipai vivo neto bisneto
Vovô e Vovó Bisavô/ó português Vovô e Vovóavô/ó vivo paipai falecido neto bisneto
Nesse caso, o avô obteria a dele, que passaria para o neto.

Cada caso pode ser analisado por advogados, e estes terão condições de avaliar as possibilidades para um processo, visto que as leis portuguesas são muito complexas no que concerne à cidadania.

8- Conversão nacionalidade/atribuição

Conversão da Aquisição de Nacionalidade em Atribuição


Os indivíduos que tenham adquirido a nacionalidade por serem netos de portugueses (número 4 do antigo artigo 6º da Lei da Nacionalidade), podem converter essa aquisição em atribuição. Esse processo tramita não via consular e sim direto na Conservatória de Registros Centrai.

9- Conservação de Nacionalidade

É um ato consular através do qual o indivíduo nascido em país que outrora foi colônia portuguesa opta por manter esta cidadania e, assim, ter todos os direitos e deveres de um nacional português.

Para requerê-la, é necessário ser filho (a) ou neto (a) de nacional português (por nascimento ou por atribuição) e ter nascido em data anterior à proclamação de independência daquela ex-colônia, ou seja, enquanto aquele país ainda pertencia a Portugal.

Todas as informações foram compiladas dos site do Consulado de Portugal e, do IRN Instituto dos Registros e Notoriado de Portugal e Consulado Italiano.

Maiores informações:

Consultoria

passo a passo cidadania

PASSO A PASSO CIDADANIA

Consultoria passo a passo portuguesa e italiana, para elucidar as dúvidas para quem pretenda realizar seu próprio processo de nacionalização, com economia e não correr riscos de que seu pedido seja rejeitado ou ser devolvido para correções.

É muito importante que sua documentação brasileira esteja de acordo com as exigências legais do país ao qual você fará a solicitação da cidadania.

Deve ser preparada com cuidado. Localize a certidão do ascendente, solicite as certidões brasileiras de Inteiro Teor, analise com atenção se todas as exigências estão cumpridas, se necessário retificações, que sejam efetuadas, no caso de países que exigem tradução, efetuá-las.

O melhor é fazer todo o processo por etapas, pois é um trabalho que exige tempo e dedicação.

Os motivos principais que fazem as pessoas desistirem de fazer o próprio processo, normalmente é a falta de tempo, principalmente quando envolve buscas de documentos e das especificidades das exigências consulares.

A consultoria foi desenvolvida visando exatamente à elucidação das dúvidas referentes a toda a documentação, cartorárias e consulares, como economizar tempo e dinheiro.

Contate-nos

Maiores informações:

STEP BY STEP CITIZENSHIP

Step-by-step Consulting Italian and Portuguese, to elucidate the questions for those who want to perform your own process of nationalization, with less price and don't take risks that your application be rejected or be returned for any corrections.

It is must important that your brazilian documentation are in accordance to the legal requirements of the country to that you will request the citizenship.

Must be prepared with care. Find the certificate the ascendant, request the brazilian certificates full text, consider carefully if all requirements are met, if necessary adjustments are made, in the case of countries that require translation, staging them.

The best is to make the entire process step by step as it is a job that requires time and dedication.

The main reasons that make people give up making the process itself usually is the lack of time, especially when it involves searching of documents and the specific kind of the consular requirements.

The advisory service was developed to clarify any questions concerning to all documentation, consular or civil registry, and how to save time and money.

Contact us

Como iniciar

Como iniciar seu processo de cidadania

Tenho acompanhado alguns grupos de cidadania, e vejo que as pessoas respondem, como se todos os processos fossem iguais. Partindo desse principio, seria muito fácil, qualquer um que soubesse ler teria condições de fazê-lo sozinho. Já vi muito respostas do tipo: Tire as certidões de inteiro teor, apostile, preencha o formulário, pague a taxa, e mande tudo num envelope via Sedex para conservatória, ou para o consulado ou upara uma conservatória em Portugal. Bem simples assim.

Fico me perguntando, como assim? E o resto?

Muitas pessoas reclamam que enviou o processo, mas que o país que deu entrada esta pedindo outras documentações. Existem estados no Brasil, que tem um crivo maior, devido a fraudes, e, provavelmente não foi enviada a documentação em conformidades com as leis do país onde foi requerido.

Se você não tem condições de fazer seu processo, ou por falta de tempo ou por falta de conhecimento de um processo consular, desconhecendo como é a leitura do país, para cada processo. Acabará arriscando, pode dar certo ou não, é risco. Procure saber exatamente, como fazer tudo dentro das exigências consulares.

Faça um processo limpo, não dando margem a nenhum questionamento. Isso evitara perda de tempo e desperdício de dinheiro.

Se procurar a ajuda de alguém, escolha com cuidado. Muitos aventureiros na área, fazendo gente perder a espera de 12 anos no consulado italiano; pergunte questione, e principalmente entenda como será feito seu processo.

Para iniciar um processo: tenha todas as certidões: de nascimento, casamento e óbitos desde o ancestral, até o requerente. Nesse quesito sempre terá alguém discordando, dirão que determinado país não exige determinadas certidões. Isso é verdade, porém se a pessoa que estiver analisando seu processo ver qualquer peninha, ela não só pode como vai pedir mais documentos comprobatórios.

Se não tem a documentação do ancestral, procedam às buscas, existem vários sites de buscas, não achou? Procure alguém confiável para fazer esse trabalho, normalmente eles têm ferramentas mais rápidas para encontrar a documentação. Paga-se? Claro é um trabalho que requer tempo, pois muitas dificuldades podem surgir, como:

  • Era comum a pessoa nascer em um determinado lugar, porém ser registrado em outro:
  • nem sempre se casavam no local de moradia da noiva, o que era costume na época,
  • países que sofreram com as guerras, a dificuldade é maior, devido à destruição de muitas igrejas,
  • países que foram desmembrados também, tornam-se mais difíceis a recuperação de documentos,
  • datas, nomes em documentos brasileiros errados,
  • fazer buscas por listagem de navios, não é tão simples como as pessoas pensam: muito trabalhosa, um imigrante pode ter vindo em um navio de qualquer bandeira. Alguns se dirigiram para Nova Iorque, outros para Buenos Aires, para depois embarcarem para o Brasil. O que dificulta muito, pois podem ter desembarcado em qualquer porto brasileiro.

Quando temos a sorte de encontrar nos sites disponíveis, é tranquilo, porém muitas vezes temos que ficar meses a procura nos portos de origem e mesmo do desembarque no Brasil.

- Algumas incontingências, hoje não aceitam mais. Em alguns casos relevam-se algumas coisas, mas não é praxe. Tanto que nos próprios sites de consulado, pedem que você confira (isto é analise suas certidões antes de enviar). Muitas vezes são problemas que podem ser resolvidos, quer por meios administrativos quer por vias judiciais.

Lembre-se que Portugal exige que seja feito o assentamento de casamento antes do envio da solicitação de pedido de cidadania.

Dependendo de onde você vai dar entrada de sua cidadania, precisa verificar sempre antes quais são as exigências.

Depois que estiver com toda a documentação ok, é que serão feitos os apostilamentos necessários.

Contate-nos

Análise de documentos

Análise de Documentos

Porque pagar uma analise de documentos? Se você tem condições de fazer a análise, perfeito. Mas se não tem, não adianta passar para frente
algo que você constatou que havia uma discordância, mas achou que passava, e desconhece completamente a leitura de uma conservatória ou comune, cada país tem suas normas, e com certeza cada uma delas terá suas exigências.

Enfim qual é necessidade de fazer uma análise de documentos para processos de cidadania? Quantas vezes ouvimos essa pergunta? Quase na mesma proporção que ouvimos as respostas: meu processo demorou cinco anos, quando o consulado finalmente me chamou para apresentar meus documentos, constataram vários erros; não sabia que tinha que assentar o casamento do meu avô; processo devolvido por nomes invertidos, grafia errada; e por aí vai.

A resposta à questão é: cada um tem a sua expertise profissional. Via de regra, vemos pessoas que se aventuram, a fazer sozinhas o processo, sem nenhum conhecimento do que seja um processo consular, ou, nem se dá ao trabalho de ler paciente e atentamente todas as informações que constam nas paginas consulares. Quase certo que incorrerão em riscos de maiores gastos ou devolução por incorreções.

Quantas vezes vemos documentos devolvidos, sendo exclusivamente por erro de leitura das informações?

Se a pessoa dispuser principalmente de tempo, e paciência deve realmente fazer. Mas devem procurar e entender tudo exatamente como está escrito. Na dúvida busque informação. Procure em sites confiáveis, governamentais, principalmente nos próprios consulados. Sabemos que nem sempre os sites de consulados são bons, mas os de S.Paulo funcionam muito bem.

Isso gera demanda de tempo, e as pessoas querem a informação rápida, aí preferem perguntar aos grupos de internet, que cada um responde o que quer.

E quase sempre baseado na sua própria experiência, Cada processo é um processo. Existem ótimos sites, de pessoas competentes.

Fazer o processo não é o bicho de 7 cabeças, mas com certeza extremamente minucioso, consulados não aceitam erros.

Nas paginas consulares, são bem claros quais os documentos que eles querem e de que forma o querem, inclusive chamam a atenção para os erros nas certidões. Só que as pessoas acham que uma inversão, ou uma troca de nome, ou ainda uma data errada, não tem nenhum problema.

Na maioria das vezes, só partem a procura das informações , quando recebem a devolução da documentação, nessa altura já perderam dinheiro e tempo.

Esse processo não aceita erros e cada país tem sua legislação, que deverão ser seguidas fielmente.

Contate-nos

Porque a consultoria é importante

Porque a consultoria é importante

Na análise são detectados todos os pontos que podem te trazer problemas, como: detecção de erros de data, grafia, ou mesmo situações que possam gerar dúvidas. A Consultoria vai explicar como todos os problemas deverão ser solucionados, e caminhar para um processo limpo, com economia.

No caso de alguma dúvida, serão anexados documentos comprobatórios, e para os erros será indicado que tipo de retificação será indicado pra seu caso se judicial ou administrativo.

Um erro comum: A pessoa tem todas as informações sobre o ancestral, porem não tem a certidão de nascimento em mãos, e para adiantar já vai pedindo as certidões brasileiras. Quando pega a certidão vê que o nome esta diferente, exemplo bem comum nas certidões brasileiras o nome do ascendente mulher está Concheta na italiana Concetta, Adelina por Atendelina, Pedrazzoli, por Pedrozolli, aí percebe que tudo gastou, perdeu.

Somente através da documentação do ancestral, que confirmamos se as informações contidas nos documentos brasileiros estão corretas, dentro das exigências consulares.

Embora não conste a necessidade do envio da certidão de óbito, tem países que exige outros não, é interessante ter em mãos, que pode sim ser solicitada a qualquer momento.

Outro dado importante, e talvez aí seja o gerador e complicador para as pessoas que tentam fazer sozinhas, cada consulado traz informações diferentes. Ademais alguns estão com páginas desatualizadas. Em lugares que existam apenas Vice Consulados e válido lembrar que nem sempre estes prestam os mesmos serviços inerentes a um Consulado.

Assim, fica claro que a consultoria lhe trará segurança, economia e agilidade no seu processo!

Contate-nos

Notícias

Portugal

Portal do Cidadão

Espaço do cidadão

Você cidadão português que vive no Brasil, agora tem o Espaço Cidadão, localizado no Consulado Geral de Portugal em São Paulo.
São vários serviços prestados tais como: certificado de registro criminal, obtenção de documentos para pagamento de impostos imobiliários dívidas fiscais, registro e alteração de PIN, Segurança Social Direta, registro de propriedade intelectual, consulta de numero de beneficiário, etc.
Para agendar seu horário no Espaço do Cidadão, depois de ter em mãos todos os documentos, formalize o seu pedido de agendamento por email, para abilio.almeida@mne.pt, especificando qual dos serviços abaixo relacionados necessita. Nesse email informe seu nome completo, data de nascimento, número do cartão do cidadão (se for português) e um telefone direto. Anexe também o comprovante de pagamento (quando for o caso) e uma cópia do passaporte válido (se não tiver a nacionalidade portuguesa).
http://consuladoportugalsp.org.br/espaco-do-cidadao/

Lançado o Grupo de Amigos da Escola Portuguesa de São Paulo

Portugal
O Consulado Geral de Portugal em São Paulo lançou oficialmente nesta semana um Grupo de Amigos e Patronos com o objetivo de apoiar o processo de criação da Escola Portuguesa na capital paulista, unindo empresas, personalidades, ONGs e lideranças dos dois países.
O objetivo é agregar empresários, personalidades e instituições, promover encontros periódicos e estabelecer um fluxo de ideias e ações que possam fomentar ideias, investimentos e parcerias com vista a construir um projeto de educação de qualidade internacional para a cidade de São Paulo.
O projeto da Escola Portuguesa de São Paulo - a primeira do seu tipo no Brasil - é fruto de uma parceria entre o Ministério da Educação de Portugal e o Governo do Estado, através da Secretaria de Educação de São Paulo, que pretende criar, nos próximos dois anos, uma instituição de ensino com dupla certificação curricular, dotada ainda de um Centro de Língua Portuguesa e de um núcleo de formação para professores. A expectativa é atender todas as nacionalidades, garantindo ainda vagas para alunos da rede pública estadual.
Em junho deste ano, o Governador Geraldo Alckmin, na presença do Presidente da República de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, e do Primeiro-Ministro, António Costa, assinou o termo de cessão do terreno do Centro Educativo Regional Centro-Oeste, no bairro Sumaré, que receberá a futura escola.
O Grupo de Amigos e Patronos constitui uma plataforma aberta a todas as empresas, individualidades, organizações e lideranças que queiram dar um contributo para o processo de edificação e estruturação da futura Escola, bem como para o seu posterior funcionamento diário. Conforme os moldes de operação da futura Escola fiquem definidos, o Consulado Geral dará mais informações e entrará em contacto com os interessados em participar.

Itália

Consolato Generale d'Italia

Consolato Generale d'Italia

San Paolo

PUBLICAÇÃO LISTA DE CONVOCADOS PARA PROCEDIMENTO DE RECONHECIMENTO DA CIDADANIA ITALIANA AGOSTO - SETEMBRO - OUTUBRO - NOVEMBRO - DEZEMBRO DE 2017.

22/06/2017

Informamos que foram publicadas as listas de convocados (referentes aos pedidos de agendamento do ano 2005) para o início do procedimento de reconhecimento da cidadania italiana a partir de 28 de Agosto até o dia 28 de Dezembro de 2017.
Para visualizar a lista, acessar o link seguinte:
Lista de convocados para o reconhecimento da cidadania italiana nos meses de AGOSTO - SETEMBRO - OUTUBRO - NOVEMBRO - DEZEMBRO DE 2017.
Pedimos aos interessados que se apresentem na data agendada perentoriamente munidos da DOCUMENTAÇÃO COMPLETA, como especificado no web-site do Consulado.
Lembramos que todas as certidões brasileiras devem ser apostiladas.
Informamos também que, para facilitar os cidadãos no processo de reconstrução da documentação, não será mais necessário apresentar as traduções em italiano das certidões de registro civil relativas aos ASCENDENTES dos requerentes: de tais ascendentes são suficientes apenas as certidões de registro civil apostiladas.

Já as certidões brasileiras de registro civil relativas aos REQUERENTES deverão sempre ser apresentadas em segunda via original, em inteiro teor e acompanhadas de Apostila, devidamente traduzidas para a língua italiana por um tradutor juramentado. As traduções também deverão estar acompanhadas de Apostila.
Caso o pedido inclua mais requerentes maiores de idade, para evitar que todos se apresentem no Consulado, é possível delegar - através de procuração - uma única pessoa da família para entregar toda a documentação das pessoas incluídas no requerimento de agendamento.
Para oferecer um melhor serviço, pedimos que no dia do agendamento se apresentem com o PEDIDO DE RECONHECIMENTO DA CIDADANIA ITALIANA já preenchido para cada requerente maior de idade incluído no número indicado no requerimento de agendamento.

REGISTRO - A.I.R.E - anagrafe degli italiani residenti all'estero

Para fazer o registro de um residente italiano deve ser feito através do requerimento A.I.R.E.) onde constará todos dados dos cidadãos italianos residentes no exterior por um período superior a doze meses. É gerido pelos municípios na base de dados e informações de representações consulares no estrangeiro.
A.I.R.E. - registro é um direito e um dever do cidadão (artigo 6 lei 470/1988) e é um pré-requisito para desfrutar de uma variedade de serviços prestados no exterior escritórios consulares, bem como para exercer direitos importantes, tais como:

  • a possibilidade de votação para as eleições e referendo pelo correio no país de residência e para a eleição dos representantes ao Parlamento Europeu em assembleias de voto, instituído da rede diplomática e consular em países pertencentes à Universidade. E.;
  • a possibilidade de obter a emissão ou renovação de identidade, documentos de viagem e certificações;
  • a opção de renovar a sua carta de motorista (apenas em países fora da U.E.; para detalhes veja veículos carteira de motorista).

para registro do cidadão residente no exterior: clique aqui

para comunicação de mudança de endereço: clique aqui

Itália na vanguarda da pesquisa

A Itália é um dos países mais vanguardistas da Europa (e no mundo) em termos de pesquisa, com longa e reconhecida tradição em diversos campos, da medicina às tecnologias biomédicas, da mecânica aos equipamentos de precisão e robótica, da microeletrônica às tecnologias informáticas e de telecomunicações, das tecnologias aeroespaciais aos novos materiais e à nanotecnologia.
A inovação na Itália é alimentada por uma ampla, difusa e altamente qualificada rede de universidades e centros de pesquisa, fortemente integrados com a realidade industrial. São ao todo 90 universidades, 100 Institutos de Pesquisa coordenados pelo Conselho Nacional de Pesquisa e 40 Parques Tecnológicos, além de diversos outros entes montados com os mais modernos equipamentos.
Os investimentos em pesquisa e desenvolvimento realizados pelos italianos representam 1,3% do PIB do país (pouco abaixo da média europeia, de 2,05%), ou 0,7%, se considerados os investimentos realizados apenas pelas empresas. Esse esforço, porém, não é homogêneo ao longo do território, sendo mais intenso no Trento (1,93%) e no Piemonte (1,87%).
Os resultados desse investimento se refletem no número de solicitações de patentes registradas no European Patent Office (equivalente para a Europa do Instituto Nacional da Propriedade Industrial) que, em 2009 (último dado disponível), somaram 3.600 processos, ou 72,4 por milhão de habitantes. Entre as regiões italianas, maior destaque para Emilia-Romagna e Lombardia, com solicitações de registros de patentes da ordem de, respectivamente, 131 e 118 para cada 1 milhão de habitantes.
No tocante ao número de pessoas dedicadas à pesquisa e desenvolvimento, outro índice relevante para se medir a capacidade o país em gerar novas tecnologias, a Itália possui 3,8 profissionais para cada 1.000 habitantes, com picos no Trento (6,6/1.000 habitantes), Lazio e Emilia-Romagna (5,5/1.000 habitantes), índices superiores aos verificados na França e no Reino Unido.
Trinta e oito empresas italianas em cem são consideradas inovadoras (apresentaram inovações de produto ou processo ao longo dos últimos anos), índice acima da média europeia, que é de 35,3% e que, no caso das empresas friulanas chega a ser de 41%, e no caso das piemontesas, de 39%.
São 12,9 para cada mil habitantes os estudantes italianos na faixa dos 20 a 29 anos que se formam em disciplinas técnico científicas e que, portanto, estão prontos a engrossar o time dos qualificados a atuar no campo da pesquisa e desenvolvimento, número pouco abaixo da média europeia (16,8), mas que é amplamente superado na Emilia Romagna (19,6), Lazio (18,2) e Toscana (17,3).
http://noi-italia.istat.it/ e www.invitalia.it

URUGUAI uma opção de uma nova vida

Uruguai

Todos que pensam em mudar de vida, raríssimas vezes pensam num país da América do Sul. Não sei se por preconceito ou por desconhecimento. Quando pensamos em mudar de país nunca pensamos nos países da América do Sul, uns por preconceitos, por falta de conhecimento ou mesmo por desinteresse. Seria Interessante, já que a corrida para os melhores países aumentaram significativamente, olhar para os países menos procurados, que muitas vezes oferecem também muitas oportunidades para viver com tranquilidade.

O Uruguai é um dos países mais prósperos da América do Sul, principalmente quando se trata de qualidade de vida. Sua população é relativamente pequena, com apenas 3,5 milhões de habitantes. A economia uruguaia é considerada estável, já que passaram ilesos de crises nos últimos anos.

Com o novo Acordo Brasil/Uruguai, tem menos burocracias para residir e trabalhar.
Montevidéu é uma cidade ótima, com muitos eventos culturais, baladas, porém muito tranquila, até mesmo o transito flui rápido, dando a impressão que ninguém tem pressa.

No inverno é muito frio, cidades como Montevidéu, a beira mar, é muito úmida com um vento gelado, mas em todas as casas tem calefação e ar condicionado.
Não podemos dizer que o custo de vida é barato, mas diríamos que praticamente é os mesmos na cidade de são Paulo. Possui uma gastronomia que não podemos colocar defeitos, No Uruguai um almoço pode custar entre R$ 45,00 a R$ 73,00, uma picanha para uma pessoa no mercadão custa R$ 62,00. La como cá podemos encontrar restaurantes de baixo custo, que um refeição custa entre R$ 15,00 a R$ 20,00.

O transporte não é um dos itens mais baratos, uma passagem de ônibus custa R$ 2,15, os táxis não são caros, para uma corrida de 5 kms você gasta R$ 23,00, sendo que a gasolina tem um preço bem alto gasolina 4,92 o litro.

As praias do Uruguai não deixam nada a desejar, desde, as mais calmas e tranquilas para família como a Praia Mansa, Atlântida, a Malvín as mais agitadas como Montoya e Punta Del Este.

Como lá tudo é perto, você pode ir a várias cidades como Colônia do Sacramento, um paraíso, Salto com fontes termais e parques aquáticos, Rocha, é uma praia protegida, podendo pescar, ou aproveitar o cassino, em Punta Del Este. Enfim passeios não faltam!

O que mais aterroriza o brasileiro é a segurança, lá como em qualquer lugar do mundo tem roubo, assalto, crime, mas longe da calamidade encontrada no Brasil. Pode-se fazer seu happy hour tranquilo nos barzinhos com mesas nas ruas, e seguir a pé, ou de carro sem pânico ao parar nos semáforos. Claro que é aconselhável como em qualquer cidade do mundo evitar os lugares afastados e escuros.

Encontrar um trabalho com bom salário no Uruguai não é das tarefas mais fáceis. Até se encontra, porém para um casal viver confortavelmente no Uruguai, necessitaria ter um salário equivalente a R$ 6000,00/7000,00.

Educação: Embora muita coisa tenha mudado a educação ainda continua de boa qualidade. O Uruguai foi o primeiro país da América a ter um sistema livre, e sem influencias religiosas, e o ensino é obrigatório a partir dos 4 anos de idade. Em 2016 foi construída a primeira escola sustentável da América latina, construída com materiais recicláveis. Uma vez por semana, as crianças têm uma hora de aula de horta e colhem frutas e legumes que elas mesmas cultivam, e que são incorporados às saladas servidas no refeitório.

Saúde: Conta com bom atendimento tanto no sistema público, que também oferecem gratuitamente remédios, como o particular. O sistema de saúde é mutualista, entidade publica e privadas que cobrem a assistência de toda a população. A partir do momento que a pessoa começa a trabalhar, automaticamente terá direito a um plano básico de Saúde. Tanto o empregador como o empregado paga. Caso prefira, esse valor pode ser utilizado para contratar um plano de saúde privado ou afiliação com um hospital.

Uruguai
Normas Gerais sobre Ingresso e Permanência, aos nacionais brasileiros e uruguaios, desde que requeiram.

Trabalhar Em Outro País - Sonho ou Pesadelo

Sonho ou pesadelo

Com o nível de desemprego altíssimo, muitas pessoas, no desespero de não ter como sobreviver com um mínimo de dignidade neste país, procuram por trabalho fora do país.
Para trabalhar em Portugal, ou qualquer outro país de Europa, você tem dois caminhos: trabalhar legalmente e ilegalmente.
No primeiro caso, se você tem a cidadania europeia, você não teria nenhum problema em morar lá, alugar sua casa, colocar seus filhos na escola, sendo que, a maioria dos problemas estaria resolvidos, ou então ter um visto de trabalho
Segundo caso, trabalhar ilegalmente, essa é uma situação no mínimo desconfortável, pois tudo será extremamente difícil, você não terá os mesmos direitos que do cidadão nacional. Há muitos casos de gente que vai com visto de turista, e acreditam que podem trabalhar. Lembre-se: você está no país legalmente como turista, e não como trabalhador.
Se você pensa realmente em trabalhar e viver fora, inicie aqui no Brasil seu processo de busca de emprego, pois tendo um emprego facilitaria toda a sua mudança de vida.
O que você precisa fazer para que esse sonho não vire pesadelo? Sempre que vamos viajar a primeira coisa que fazemos é planejar e se preparar, correto? Imagine para fazer uma mudança de vida, muito planejamento, estratégia e preparação será necessário.

Planejamento, estratégia e preparação para uma nova vida.
Planejamento Faça a sua lição de casa, estruture-se quanto mais você estiver preparado melhor será. Leve valores suficientes, para ter no mínimo uma vida simples por seis meses. O seu visto de turista em Portugal, como de alguns outros países, valem por 90 dias, podendo ser renovado por mais 90 dias. Nesse ínterim se conseguir seu emprego, tudo estará arranjado. Caso, contrário você passa a estar ilegal no país. Sem querer assustar, mas os índices de deportados na Europa incluindo Portugal, nos últimos anos teve um grande acréscimo: "De acordo com dados do Relatório de Imigração, Fronteiras e Asilo de Portugal, no ano de 2016 foram emitidas 5.470 notificações para abandono voluntário do território nacional". Veja os custos de moradia, internet, luz, agua, condomínio, nas cidades que você pretenda fixar sua residência. Lembrando que quem não tem dupla cidadania, não terá os mesmos direitos do nacional. Em caso de médico, escolas você terá que bancar com seu dinheiro. Foque nos países que você gostaria de viver, analise as diferenças culturais, como é o sistema trabalhista, os valores de salário, a língua, a alimentação, e se possível às leis do país. Muito importante que verifique as diferenças culturais e analise se você, e sua família se adaptariam com tranquilidade. Os brasileiros preferem sempre Portugal pela língua, mas será muito importante, no mínimo, ter o domínio do idioma inglês suficiente para fazer uma entrevista. Lisboa por exemplo, é uma cidade cosmopolita, onde você ouve várias línguas. Na Itália o inglês ajuda, porém se você não souber nada da língua, sua vida não será muito fácil. Faça um curso de italiano, pelo menos para sua sobrevivência. Procurem vagas nos sites de empregos. Interessante contratar uma agência de emprego, eles sabem exatamente onde buscar uma vaga para você. .São empresas multinacionais, que tem experiência na recolocação de profissionais. Algumas são gratuitas outras pagas, mas num primeiro momento é melhor pagar, pois quem não conhece o mercado pode cair em algumas armadilhas. Preparem o seu curriculum, na forma que eles apreciem, (existem modelos na Internet). Seja flexível, nem sempre num primeiro momento aparece vaga no mesmo padrão que você tinha aqui, inclusive nem mesmo na sua área de atuação .mas é a forma de você ir conseguindo sobreviver enquanto vai buscando algo melhor. Nesse quesito, se você não souber abraçar essa ideia, será outro ponto negativo para sua mudança de vida. Procure saber para quais vagas existem mais procura no mercado, e, em quais os mercados existem mais ofertas. Existem países na América do Sul ótimos para viver, e com muitas vagas de emprego, Chile por exemplo. A maioria dessas vagas você encontra no Linkedin.
COMO FORTALECER SEU CV - EUROPA

Ideia, Plano, ação

De tudo quanto lemos na internet acerca dos recrutadores europeus e americanos, a certeza que temos é a de que ninguém quer mais um candidato sem perspectiva, que esta buscando o trabalho só para se manter vivo, embora nos dias hoje praticamente boa aparte da população esteja exatamente nessa fase, sobrevivência.

Chegamos a seguinte conclusão, a luta por um espaço no mercado de trabalho é maior do que parece. O candidato além de ter conhecimento e experiência na área na qual ele vai trabalhar, ainda precisa reunir outras várias características, ter humor, criatividade, objetivos, saber exatamente o que quer para sua carreira, onde quer chegar, ter opinião, confiança em sua capacidade, que valorize a vida fora do trabalho, cuidar para não ser arrogante ou pretensioso, em síntese, a humildade para ouvir e responder... Por fim você ainda dependerá da mentalidade e experiência do seu recrutador.

Mentira em CV

"A mentira tem perna curta" – velho ditado.

Conforme estudos Robert Half, essa é uma das maiores razões da eliminação de75% dos candidatos.

E podemos dizer que isso não ocorre somente no Brasil, mas até mesmo em países de primeiro mundo. Entendemos que o mercado hoje está muito competitivo, e muitas vezes o candidato acha que acrescentar ou exagerar um pouco, uma ou outra coisa, uma mentirinha básica, incrementará seu CV, sem nenhuma consequência. Um Head Hunter, ou mesmo um recrutador comum, saberá reconhecer de imediato as incongruências de um CV. Dependendo da gravidade, já pode ser descartado de cara, ou na primeira entrevista. Importante lembrar que estamos em fase de 13 milhões de desempregados e que os recrutadores recebem, a cada nova vaga, um sem número de currículos. Numa primeira visão eles buscam um motivo para eliminar do processo. Detectada uma mentira, pequena ou grande, ai estará à razão que buscavam para a exclusão.

Mentir só lhe trará péssimas consequências.

Caso seja selecionado, e achar que suas “mentirinhas” que o ajudaram não se alegre, caso sua competência não seja comprovada, provável que seja demitido.

Tanto no Brasil, como no exterior a maioria dos recrutadores se conhecem, e logo sua reputação será conhecida pela pior forma. Não pense que não descobrem, hoje existe ferramentas de mídias que em pouco tempo, eles descobrem suas intenções!

Essas são as mentiras mais comuns:

Em estudo feito a candidatos e recrutadores portugueses apurou aquilo que realmente importa numa candidatura.

"No seu mais recente estudo, a empresa de recrutamento Michael Page entrevistou 564 candidatos e 25 consultores de recursos humanos em Portugal para desvendar aquilo que procuram os recrutadores nos currículos de quem se candidata a uma entrevista de emprego. Estão também dicas para saber aperfeiçoar a formatação, estrutura e conteúdo do currículo. Entre as diferentes opiniões sobre o tema, há apenas um fator que reúne consenso: Os erros gramaticais podem ser um autêntico 'tiro no pé'."

A pesquisa é muito interessante, pois aborda a visão de consultores e candidatos. Analisa, por exemplo: o que o candidato acha mais importante para seu CV, e o que o consultor acredita que fortaleça o CV.

Os dois grupos foram praticamente unânimes em relação da importância, do uso de palavras chaves, quando da descrição das experiências profissionais.

https://www.dinheirovivo.pt/outras/galeria/868127/

Estudo feito nos Estados Unidos

Esse estudo já mostra um novo outro olhar, muito interessante dos novos recrutadores:

https://www.forbes.com/sites/lizryan/2017/10/07/ten-things-i-look-for-in-a-job-candidate/#7c5276a71730

Trabalhar em Portugal/Europa
Trabalhar Com o nível de desemprego altíssimo, muitas pessoas, no desespero de não ter como sobreviver com um mínimo de dignidade nesse país, procuram por trabalho fora no país.

Para trabalhar em Portugal, ou qualquer outro país de Europa, você tem dois caminhos: trabalhar legalmente e ilegalmente.

No primeiro caso, se você tem a cidadania europeia, você não teria nenhum problema em morar lá, alugar sua casa, colocar seus filhos na escola, a maioria dos seus problemas estaria resolvidos, ou ter um visto de trabalho, a única dificuldade seria achar um emprego e adaptação cultural.

No segundo caso, trabalhar ilegalmente: essa é uma situação bem difícil, pois tudo será difícil, pois não terá os mesmos direitos que do cidadão nacional. Já vi muita gente que vai com visto de turista, e acham que podem trabalhar lá. Lembrem-se vocês esta legal como turista não como trabalhador.

Se você pensa realmente em trabalhar e viver fora, inicie aqui no Brasil seu processo de busca de emprego, pois já ter um emprego lá facilitaria toda a sua mudança de vida.

O que você precisa fazer para que esse sonho não vire pesadelo. Qualquer viagem que você faça não tem que se preparar? A de viver fora é uma viagem mais longa com muito mais comprometimento: mudança de vida, assim seu preparo tem que ser muito maior.

Faça a sua lição de casa, estruture-se quanto mais preparado melhor será:

Se não tem o suficiente, junte um valor suficiente para ter no mínimo uma vida simples por seis meses.

O seu visto de turista em Portugal com em vários outros países em outros países valem por 180 dias, depois poderá pedir mais 180 dias, nesse ínterim se conseguir seu emprego, tudo estará arranjado. Caso contrário você passa a estar ilegalmente no país.

Sem querer assustar, mas os índices de deportados tem aumentado na Europa, Portugal nos últimos anos, teve um grande acréscimo:

"De acordo com dados do Relatório de Imigração, Fronteiras e Asilo, no ano de 2016 foram emitidas 5470 notificações para abandono voluntário do território nacional. No ano anterior foram 4027. O pico da última década foi em 2010, ano em que foram emitidas 7425 notificações de saída".

‘Considere os custos de moradia, internet, luz, agua, condomínio, nas cidades que você pretende fixar sua residência. Lembrando que você que não tem dupla cidadania, não terá os mesmos direitos do nacional. Em caso de médico, escolas você terá que bancar com seu dinheiro.

Foque nos países que você gostaria de viver, analise as diferenças culturais, como e o sistema trabalhista, os valores de salário, a língua, e se possível às leis do país.

Os brasileiros preferem sempre Portugal pela língua, mas será muito importante de no mínimo você ter um inglês suficiente para fazer uma entrevista. Então esse se torne um item obrigatório: fundamental falar inglês.

Lisboa por exemplo é uma cidade cosmopolita, que quase você ouve mais inglês do que a própria língua.

Veja as diferenças culturais, se você realmente se adaptaria.

Procurem vagas nos sites de empregos. Interessante contratar uma agência de emprego, eles tem e sabem exatamente onde buscar uma vaga para você. São empresas multinacionais, que tem experiência na recolocação de profissionais. No planejamento inclua cursos, da língua do país que você escolheu, gestão de pessoas, congressos, que melhorem mais seu CV, em uma rápida busca de vagas, você já pode perceber o que eles exigem pra sua competência. Preparem o seu curriculum, na forma que eles apreciem, (existem modelos na Internet - http://europass.cedefop.europa.eu/pt/documents/curriculum-vitae Seja flexível, nem sempre num primeiro momento aparece à vaga no mesmo padrão que você tinha aqui. Procure saber para quais vagas que estão sendo mais procuradas no mercado, e, em quais os mercados existem mais ofertas. Posto isso, diria não se desanime, apenas prepare-se! Existem países na América do Sul ótimos para viver, e com muitas vagas de emprego, Chile por exemplo. A maioria dessas vagas está no Linkedin http://vagaspelomundo.com.br/vagas/2017/08/chile-tem-mais-de-45-mil-vagas-de-emprego-abertas/

https://ec.europa.eu/eures/public/pt/homepage

Sapo - emprego.sapo.pt Empregos online - www.empregosonline.pt Empresso Emprego - expressoemprego.pt Carga de Trabalhos - www.cargadetrabalhos.net Alerta Emprego - www.alertaemprego.pt Bolsa de Emprego Público - www.bep.gov.pt Trabalhar.com - pt.trabalhar.com Ofertas de emprego - www.ofertas-emprego.com Net Empregos - www.net-empregos.com Bons empregos - www.bonsempregos.com Universia - www.emprego.universia.pt http://europass.cedefop.europa.eu/pt/documents/curriculum-vitae
Comparativo do custo de vida dos Países da Europa
Prós e contras Abaixo encontram as tabelas de custo de vida em vários países, nem sempre dará a situação real, pois existem vários fatores que dificultam chegar à realidade, porém próximas: Temos que considerar que cada item, além de considerar que cada país também tem preços diferenciados, a distancia, se é interior ou capital, e também cada pessoa terá suas exigências e preferências, conforme suas necessidades. Alugar um apartamento, com ou sem elevador, perto ou não de área comercial, próximo ou não do trem ou metro, com vista ou sem vista, com varanda ou sem varanda, com garagem ou sem garagem, quer sol no inverno ou não (isso é um item bem bom de prestar atenção), exceto Portugal que não tem um frio tão rigoroso, lembre-se, quanto mais ao norte mais frio, e por ai vai. Normalmente os imóveis na Europa já são mobiliados, o que melhora a situação de um imigrante não precisar comprar móveis. Aqui no Brasil se você entrar hoje no mercado, e encontra a cebola R$ a 1,49 o quilo, não quer dizer que no dia seguinte não possa estar em R$2,99. Diferente da Europa, as alterações de preço são por fatores realmente que ocasionem à alta. E a grande maioria dos mercados, tem a linha branca de produtos, que são de marca própria, com preços realmente diferenciados e de ótima qualidade. Na comunidade europeia, é caro viver nos centros da cidade, aqui no Brasil ao contrário, a maioria dos grandes centros está lamentavelmente sem condições de moradia. Normal aqui é ter bairros, nem sempre tão próximos do centro com preços elevados. Como os países possuem áreas menores, tudo que passe de 30 kms já é longe. Assim você encontra ótimas cidades para viverem distantes 20 ou 30 kms dos grandes centros, e são bem servidas de transporte publico de boa qualidade. Cada lugar tem meios diferentes de cobrar o transporte, Portugal você paga por trecho. Nos itens: água, gás, eletricidade, e lixo. Lixo, em vários países esse é um assunto é tratado com muito rigor. A verdade quanto mais lixo você produz mais você paga Exemplo: na Suíça seu lixo diário tem que ser ensacado em saco especial, que é vendido em supermercado. As multas são pesadas para quem não cumpre as normas. Quaisquer tipos de multa são extremamente altas. Porque a ideia lá é que você aprenda a não cometer o mesmo erro novamente. Bem diferente daqui. Gás e eletricidade doem no bolso durante o inverno. Portugal tem a eletricidade mais cara da Europa: €30,2 por 100kwa/h, conforme a Eurostat. A água, de maneira geral não é barata na Europa, na Alemanha e muito cara. Na Itália não existe salário mínimo, estes variam de acordo com a formação, qualificação profissional e experiência. Cada segmento tem seus valores básicos definidos por acordos. Assim profissionais que dependem de carga horária, como cuidadores, babás, podem ganhar menos de 700,00 euros. Agora um profissional, mesmo iniciante, da área de comunicações e finanças tem sempre melhores salários. Outro ponto a ressaltar, que estes salários em vários países, são pago por hora de trabalho e podem ser pagos semanalmente quinzenalmente ou mensalmente. Sempre é dito que Portugal tem o menor salário mínimo da Europa, na verdade existem alguns países do leste europeu que tem o menor valor Bulgária (235 euros), Roménia (275 euros) Letónia e a Lituânia (380 euros). Um casal, vivendo com dignidade, porém sem luxo, gasta um 1000,00 euros por mês, claro que não em Lisboa, e sem carro, e também churrasco 1 vez por mês... Acredito que esse texto, tenha acrescentado mais algumas informações, para o leitor pensar no seu projeto de mudança. Mas, o impulso de mudança é ver a realidade do salário mínimo desse país Brasil 251,89 euros argentina 428,48 euros Chile 366,12 euros. Na comunidade europeia, é caro viver nos centros da cidade, aqui no Brasil ao contrário, a maioria dos grandes centros está lamentavelmente sem condições de moradia. Normal aqui é ter bairros, nem sempre tão próximos do centro com preços elevados. Como os países possuem áreas menores, tudo que passe de 30 kms já é longe. Assim você encontra ótimas cidades para viverem distantes 20 ou 30 kms dos grandes centros, e são bem servidas de transporte publico de boa qualidade. Cada lugar tem meios diferentes de cobrar o transporte, Portugal você paga por trecho. Nos itens: água, gás, eletricidade, e lixo. Lixo, em vários países esse é um assunto é tratado com muito rigor. A verdade quanto mais lixo você produz mais você paga Exemplo: na Suíça seu lixo diário tem que ser ensacado em saco especial, que é vendido em supermercado. As multas são pesadas para quem não cumpre as normas. Quaisquer tipos de multa são extremamente altas. Porque a ideia lá é que você aprenda a não cometer o mesmo erro novamente. Bem diferente daqui. Gás e eletricidade doem no bolso durante o inverno. Portugal tem a eletricidade mais cara da Europa: €30,2 por 100kwa/h, conforme a Eurostat. A água, de maneira geral não é barata na Europa, na Alemanha e muito cara. Na Itália não existe salário mínimo, estes variam de acordo com a formação, qualificação profissional e experiência. Cada segmento tem seus valores básicos definidos por acordos. Assim profissionais que dependem de carga horária, como cuidadores, babás, podem ganhar menos de 700,00 euros. Agora um profissional, mesmo iniciante, da área de comunicações e finanças tem sempre melhores salários. Outro ponto a ressaltar, que estes salários em vários países, são pago por hora de trabalho e podem ser pagos semanalmente quinzenalmente ou mensalmente. Sempre é dito que Portugal tem o menor salário mínimo da Europa, na verdade existem alguns países do leste europeu que tem o menor valor Bulgária (235 euros), Roménia (275 euros) Letónia e a Lituânia (380 euros). Um casal, vivendo com dignidade, porém sem luxo, gasta um 900,00 euros por mês, claro que não em Lisboa. Acredito que esse texto, tenha acrescentado mais algumas informações, para o leitor pensar no seu projeto de mudança. Mas, o impulso de mudança é ver a realidade do salário mínimo desse país Brasil.
SALÁRIO MÍNIMO NA AMÉRICA DO SUL
€ 3,8106 - 31/out
Argentina Chile Uruguai Equador Paraguai Bolívia Brasil Peru Colômbia Venezuela
8060 ARS 270000 CLP 11150 UYU 366 USD 1964507 PYG 2000 BOB 937 ‎BRL 850 PEN 97531 COP 97531VEF
391,16 € 362,67 € 325,22 € 314,00 € 298,36 € 245,08 € 244,73 € 224,52 € 209,49 € 8,38 €
-->

Contato
Contact Us

Preencha o formulário abaixo:
Fill out the form below: