Faça a sua lição de casa, estruture-se quanto mais você estiver preparado melhor será.
Leve valores suficientes, para ter no mínimo uma vida simples por seis meses.

O seu visto de turista em Portugal, como de alguns outros países, valem por 90 dias, podendo ser renovado por mais 90 dias. Nesse ínterim se conseguir seu emprego, tudo estará arranjado. Caso, contrário você passa a estar ilegal no país.

Sem querer assustar, mas os índices de deportados na Europa incluindo Portugal, nos últimos anos teve um grande acréscimo:
“De acordo com dados do Relatório de Imigração, Fronteiras e Asilo de Portugal, no ano de 2016 foram emitidas 5.470 notificações para abandono voluntário do território nacional”.

Veja os custos de moradia, internet, luz, agua, condomínio, nas cidades que você pretenda fixar sua residência. Lembrando que quem não tem dupla cidadania, não terá os mesmos direitos do nacional. Em caso de médico, escolas você terá que bancar com seu dinheiro.

Foque nos países que você gostaria de viver, analise as diferenças culturais, como é o sistema trabalhista, os valores de salário, a língua, a alimentação, e se possível às leis do país. Muito importante que verifique as diferenças culturais e analise se você, e sua família se adaptariam com tranquilidade.

Os brasileiros preferem sempre Portugal pela língua, mas será muito importante, no mínimo, ter o domínio do idioma inglês suficiente para fazer uma entrevista. Lisboa por exemplo, é uma cidade cosmopolita, onde você ouve várias línguas. Na Itália o inglês ajuda, porém se você não souber nada da língua, sua vida não será muito fácil. Faça um curso de italiano, pelo menos para sua sobrevivência.

Procurem vagas nos sites de empregos. Interessante contratar uma agência de emprego, eles sabem exatamente onde buscar uma vaga para você. .São empresas multinacionais, que tem experiência na recolocação de profissionais. Algumas são gratuitas outras pagas, mas num primeiro momento é melhor pagar, pois quem não conhece o mercado pode cair em algumas armadilhas.

Preparem o seu curriculum, na forma que eles apreciem, (existem modelos na Internet). Seja flexível, nem sempre num primeiro momento aparece vaga no mesmo padrão que você tinha aqui, inclusive nem mesmo na sua área de atuação .mas é a forma de você ir conseguindo sobreviver enquanto vai buscando algo melhor. Nesse quesito, se você não souber abraçar essa ideia, será outro ponto negativo para sua mudança de vida.

Procure saber para quais vagas existem mais procura no mercado, e, em quais os mercados existem mais ofertas. Existem países na América do Sul ótimos para viver, e com muitas vagas de emprego, Chile por exemplo. A maioria dessas vagas você encontra no Linkedin.

Deixe uma mensagem